Tradição revelada


Revelando São Paulo traz à tona as tradições que nem todos os paulistas conhecem


Entre os dias 03 e 06 de junho, Iguape (litoral sul de SP) foi palco de uma grande festa da cultura tradicional paulista. A sétima edição do Revelando São Paulo pretende mostrar o Estado de São Paulo que nem todos os paulistas conhecem.

banda musical de Juquiá (fotos: Guilherme Júnior)

Nos quatro dias, passaram pelo evento bandas marciais e musicais, violeiros, artistas plásticos, culinaristas e diversos tipos de artesãos, que pretendiam envolver ao máximo os visitantes que passaram pelo Centro de Eventos Casemiro Teixeira, onde o encontro foi realizado.

Artefatos em madeira e bambu

O destaque ficou pela grande variedade de artesanatos, que valorizam a estética mas não deixam a funcionalidade de lado. Lá foi possível encontrar artefatos em argila, bambu, brinquedos, esculturas, bonecos gigantes, instrumentos musicais, tecelagens e mais uma grande variedade de trabalhos, que impressiona a cada estande que se visita. Vale ressaltar que muitos destes trabalhos utilizam o reaproveitamento de materiais e seus produtores fazem parte de grupos de Economia Solidária.

Durante a visita ao evento, o repórter Guilherme Júnior conversou com alguns dos artistas que estavam no festival. Eles falaram sobre a importãncia da valorização da cultura tradicional:

A festa acontece anualmente em Iguape, mas também é realizada em várias cidades do Estado, incluindo a Capital. Portanto, se quiser obter outras informações de como conhecer essa riqueza popular, acesse o site da Abaçai Cultura e Arte, entidade que promove o festival.

Confira outras imagens do evento (clique para ampliar):

Cultura para quem?


Programa de 05/06/2010

As políticas culturais, em São Vicente, ainda vêm sendo tratadas de forma artesanal. É isso que foi sendo delimitado pelo debate sobre cultura na Cidade, veiculado no programa Se Liga Na Ideia, no última dia 05 de junho. Desta vez os convidados foram o diretor da produtora Mundo Cultural, Maurício Oliveira, o membro do Conselho Municipal de Juventude de São Vicente e dono do site DeRua, André Cardoso e o jornalista Eduardo Brandão.

Encenação, em 2008 (foto: Jornal Vicentino)

Um dos principais pontos em questão é o que é necessário se ter para produzir cultura. Cardoso defendeu que o governo municipal pouco investe em cultura para além da Encenação de Fundação da Vila de São Vicente, que acontece no mês de janeiro. No entanto, Oliveira rebate dizendo que muitas organizações culturais são “choronas”, isto é, dependem muito de apoio governamental para se sustentar.

José Dionísio de Almeida (foto: Ronaldo Andrade/Jornal Mundo Lusíada)

Em relação ao que vem acontecendo em termos de política cultural, o repórter Ailton Martins conversou com o historiador e assessor da Secretaria Municipal de Cultura, José Dionísio de Almeida. Dividindo o tema em quatro partes, ele faz um apanhado do que o órgão vem desenvolvendo para ampliar o acesso à cultura:

FALTA DE EQUIPAMENTOS DE CULTURA
DIVULGAÇÃO DAS ATIVIDADES CULTURAIS
POLÍTICA CULTURAL EM SÃO VICENTE
PROJETOS E PONTOS DE CULTURA

Por ser um tema amplo, não foi possível se chegar a conclusões absolutas. Mas ficou claro que é preciso avançar muito neste tema, principalmente na abertura de diferentes manifestações culturais e incentivo à produção cultural e artística, com formação de público que prestigie este material humano.

Você tem medo de que?


No dia 22 de maio, o programa Se Liga Na Idéia discutiu o problema da homofobia. Ainda é uma prática comum o desrespeito aos homossexuais devido à sua orientação sexual. Em pleno século XXI, soa muito retrógrado que pessoas sofram agressões ou sejam discriminadas por ter orientação sexual considerada fora dos padrões.

Para falar sobre o tema, estiveram no estúdio Natasha Avital e Rodrigo Loureiro, integrantes do grupo E-Litoral, voltado para conscientização sobre o respeito às diferenças socioafetivas e que funciona como uma célula do coletivo E-Jovem, de alcance nacional. Segundo os ativistas, uma das características que provocam isso é a heteronormatividade, que é o “senso comum” de que o normal na sociedade é ser hetero. Outro membro do E-Litoral, Victor Azenha, fala sobre a importância da organização e conscientização:

Lidar com o preconceito nem sempre é tarefa fácil. Muitas vezes é preciso esconder sua condição sexual para fugir de humilhações ou até mesmo de ser demitido. A psicóloga e educadora social Janaina Costa fala como lida com essas situações:

Que todos gostam de respeito ninguém discorda, ok? Então porque tem que ser diferente com quem não se contenta em ser igual? Quebrar preconceitos, entender que existem outras formas de pensar, viver e se relacionar é o primeiro passo para uma sociedade digna de todos.

Artes e Ideias


Quem ouviu a última edição do programa Se Liga Na Idéia, que foi ao ar no dia 12 de junho, sabe que começamos a série Artes e Ideias.  No primeiro episódio entrevistamos o desenhista Eduardo Marinho. Quem?

Eduardo Marinho tem 50 anos e mora em Niterói, RJ. Todos os fins de semana, expõe seus trabalhos em uma parede de comércio no morro de Santa Tereza, na cidade do Rio de Janeiro. Em meio a atelieres de arte pra turista ver, Marinho opta pela conscientização popular. Seus desenhos são provocativos e muitas vezes chegam a ser agressivos, obrigando o expectador a se manifestar.

De uma conversa de quase duas horas, tivemos que fazer uma pequena matéria. Confira como ficou:

Pra conferir mais desenhos e pensamentos deste grande profeta urbano, acesse o blog dele, o Observar e Absorver.

Não deixe de conferir a próxima edição do “Artes e Ideias”. Até lá!

Oportunidades de emprego!


Olá amigos e amigas!

Estas foram as dicas de empregos divulgadas no Programa Se liga na ideia! Que foi ao ar no dia 12/06 às 18h00min. Como prometido, segue na integra! Boa semana a todos e fiquem conectados que estaremos divulgando também o resumo do programa e a programação da semana. Só pra esquentar, essa semana estréia Programa novo na rádio! Fiquem ligados e até mais!

  • ADMITE-SE Vendedor (a) com experiência em ótica, Operadora de Caixa, Crediarista e Auxiliar de Montagem para São Vicente e Vicente de Carvalho. Tr. (11) 6964-1241/(13) 3113-5776
  • ADMITIMOS Cozinheiras, cozinheiro e ajudantes cozinha. Paga-se bem. Entrevista das 10 às 14h – Max Grill – Shop. Miramar Av. Floriano Peixoto, 44 – Gonzaga – Stos
  • AJ. DE COZINHA R. Amador Bueno,67/Stos
  • SECRETÁRIA P/ loja de autos em PG. Interlagos Veículos enviar CV p/ edinho@interla gosveículos.com.br
  • CORTADOR P/confecção c/prática em malha e tecido plano. Tr. 3227-3986/3877-8951
  • COZINHEIRO Admite-se c/prática comprov. e doctos. Tr. R. Sta Catarina, 127 (Clube dos Ingleses) a partir das 8 hs
  • COZINHEIRO(A) C/exper p/restaurante fino, à la carte. Tr. até 15/6 8128-0478 ou 9609-2225
  • DENTISTA P/clinica Humaitá Seg/Qui. R$2 mil. 3466-9895.
  • DENTISTAS P/clínica padrão. Ótima retirada. Tel. 9709-4766.
  • FARMACÊUTICO E AUX. DE FARMÁCIA P/trabalhar em farmácia de manipulação. CV Av. Epitácio Pessoa 565/Stos
  • FISIOTERAPEUTA P/dar aula de Pilates em aparelhos. Enviar currículo: anap@iron.com.br
  • MANICURE Salão c/clientela. Itararé. 7808-9246
  • MOÇA P/área financeira. Enviar CV para: transcvonlline @hotmail.com
  • MOTORISTA C/veículo Sedan e ar. cond. p/serviços em Santos e grande SP. Enviar CV para: transcvonlline @hotmail.com
  • NUTRICIONISTA Amador Bueno,67-A/Stos
  • OP. DE TELEMARKETING Ativo de Vendas, c/ ou s/exper., 18 a 40 anos. Fixo, comissão e premiações. VT, VR, VA, AM. Comp. c/CV, dia 14 e 18/06, às 16h, à Av. Presidente Kennedy, 825, sala 04, Boqueirão/Praia Gde.
  • PRECISA-SE Aj. Serralheiro, Serralheiro em alumínio e Profissional na área de toldos c/exper. Tr. 3273-2417
  • PRECISA-SE DE PORTEIROS Salário até R$ 980,00. Treinamos e indicamos. Taxa 2x R$ 90,00. Tel. 3494-6781/3062-9241
  • PRECISA-SE Motorista. Tel 3273-2900
  • PRECISA-SE P/área operacional c/inglês. Favor enviar CV p/e-mail: transcvonlline @hotmail.com
  • PRECISA-SE PROFESSORES P/curso técnico em Edificações. Enviar curriculum para Escola Politécnica TREINASSE. Rua Silvio Pereira Mendes, 473 – São Vicente.
  • PRECISA-SE PROFESSORES Para curso técnico em Contabilidade. Enviar curriculum para Escola Politécnica TREINASSE. Rua Silvio Pereira Mendes, 473 – São Vicente.
  • TÉCNICA EM EDIFICAÇÕES Tr. à R. Silva Jardim, 354, das 08 às 11 horas.
  • TOSADOR (A) PET NOVO C/exp. tosa c/máq., tesoura, hig. corte unhas, c/refers. (13) 3302-3031 / 7850-6631 / 7812-9703

Fonte: http://www.santoscity.com.br

A moral que não é moral, mas é moral para manter a moral


Postado originalmente no blog Produção Marginal, por Ailton Martins

No Brasil a questão da concessão sempre foi um negócio político e capital. De um lado políticos que enxergam o meio como aparelho ideológico, de outros empresários transformando tudo em negócio, enquanto a informação e o direito a liberdade de expressão são jogados no lixo. Na realidade o direito de se comunicar e produzir informação são sufocados por uma moral que favorecem alguns e excluem outros.

A burguesia oligopolista durante décadas controlam que tipo de conhecimento deve chegar até o povo, velha raposa insiste num discurso vazio, do tipo, rádio pirata derruba avião. No entanto, nunca foi confirmado por laudos técnicos que isso fosse verdade. Rádios livres o nome correto e não pirata, porque ninguém está se apropriando de nada, além do espectro que deve ser de todos, e para informação dos leigos, rádios livres atuam numa potência de até 250 watts e comerciais de até 8.000 watts. Quem derruba avião afinal? Sem contar que as rádios atuam numa freqüência de 88 MHz a 108 MHz, enquanto a aviação atua numa faixa acima de 108 MHz.

Enfim, há muito interesse político e capital neste discurso que a mídia, o quarto poder neste país prolifera cheia de moral em defesa sabemos do que. A sociedade infelizmente, condicionada reproduz uma moral homogênea que se impõe sem a menor abertura ao diálogo. Inaceitável!

Pois essa moral regulatória defende os barões da mídia, e desta forma não é qualquer mortal que terá uma concessão, pois o meio legal a serem trilhados não é para qualquer um, é coisa de gente $, ou seja, deve se oferecer uma proposta financeira ao governo avaliada em muitos e muitos zeros, concessão, não, estelionato descarado. A moral neste caso, não tem moral nenhuma, é de uma violência incontestável.

O que percebemos claramente é que ela vem carregada de subjetividades e quem paga com isso somos nós, comunicadores, militantes, universitários, estudantes, comunidades, sindicatos, movimentos populares, etc… Proibidos de exercer nossa comunicação por causa de uma moral dissimulada que exclui e dita regras.

Mas, vamos falar sem discurso revolucionário. Qual o problema de se ter uma rádio com fins lucrativos ou não? O espectro está saturado em algumas cidades, ok! Vamos administrar, numa lógica de respeito, de organização, não de opressão. Alguém topa? Duvido, eles querem o controle total, é a lógica deste sistema, não gerar novas linguagens, novas possibilidades, mas sim acumular mais capital e poder.

Fazendo uma analogia, Marx disse que o proletário deveria chutar a bunda do burguês e invadir as fabricas se apropriando dos meios de produção, neste caso, façamos algo semelhante, vamos chutar a bunda dos barões da mídia e nos apropriar do espectro, vamos multiplicar o canal! Façamos nossa moral.

OBS: As concessões são utopias. Mas os transmissores podem ser obtidos pela internet, com direito a homologação da Anatel e liberdade de escolha de freqüência. Que ironia! É uma moral sem moral. Que moral, essa moral hein?

Rádio da Juventude. NO AR!


Olá amigos que acompanham a Rádio da Juventude. Este é mais um espaço de convergência digital para melhorar cada vez mais este projeto de democratização da comunicação. Aqui você encontrará toda semana as   matérias e principais informações veiculadas na rádio, como dicas de emprego, agenda cultural, notícias dos bairros da Vila Margarida e Parque Bitarú, em São Vicente, SP, onde estamos localizados.

A Rádio da Juventude iniciou suas atividades em 01 de maio de 2009, como iniciativa da Juventude Operária Católica (JOC), com o objetivo inicial de ser um espaço para divulgação de grupos e bandas locais e divulgar noticiário dos bairros que alcança. No entanto, somente em março de 2010 passou a ter transmissões regulares.

O programa “Se liga na Programa de 22/05/2010idéia”, comandado pelos comunicadores Ailton Martins, Marcio Garoni, Guilherme Júnior e Jéssica Rodrigues, vai ao ar todos os sábados, das 18h às 20h. Sempre há um tema principal, tratado com matérias especiais e entrevistas gravadas ou ao vivo no estúdio. Já se falou de rádios comunitárias, alimentação saudável, cultura, desemprego, entre outros. Além do tema, sempre há dicas de emprego, agenda cultural, utilidade pública e noticias da semana.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a gente, acompanhe nosso blog e saiba o que está rolando na Rádio da Juventude, ok?

Até os próximos posts!