Antiquário #Ao Vivo – Marisa Monte


CLIQUE AQUI PARA OUVIR E BAIXAR O PROGRAMA NA ÍNTEGRA

Calma, gente, ninguém aqui está insinuando que Marisa Monte não é uma cantora e compositora consagrada pelo publico, ou que foi esquecida pelos fãs. Na verdade, o que acontece é o oposto disto. A artista é cada vez mais premiada por seus trabalhos que, de tão diversos, tornam-se muito originais.

No entanto, mesmo não sendo considerada um “Antiquário”, a Rádio da Juventude presta uma justa homenagem a essa importante representante da música popular brasileira. E com diferencial: em programa gravado ao vivo.

Além da apresentação da carreira da cantora, o programa contou com a interpretação ao vivo de alguns de seus sucessos, interpretados pelos músicos Luana Martiniano e Fabio Piovam, que também integra a equipe da rádio. Vamos ouvir se ficou bom:

Se você gosta de Marisa Monte e quer saber um pouquinho mais sobre a sua trajetória, não pode perder esta edição especial do Antiquário. Para ouvir ou baixar, clique aqui.

Antiquário #08 – Made in Brazil


CLIQUE AQUI PARA OUVIR E BAIXAR O PROGRAMA NA ÍNTEGRA

Galera, devido à correria que é manter a Rádio da Juventude em funcionamento, acabamos comendo bola com vocês. O programa Antiquário sobre a banda Made in Brazil foi ao ar há duas semanas, mas acabou que não disponibilizamos para vocês o arquivo aqui no blog.

Mas antes tarde do que nunca! Clique no link acima para ir direto para a página com este programa. Você pode apenas ouvir online ou baixar para guardar e ouvir quando e como quiser!

Mas que banda é essa?

Pode até ser que você nunca tenha ouvido falar deles, mas eles já estão na estrada há muito tempo. Tanto que são considerados pelo Guiness Book of Records como a banda de rock há mais tempo em atividade no Brasil. Continue lendo

“Cursinho Pré-Vestibular Comunitário Caiçara” De grátis! Bora?


Processo seletivo do Cursinho Caiçara

O “Cursinho Pré-Vestibular Comunitário Caiçara” apresenta duas modalidades de cursos totalmente gratuitas:

·  Curso Tradicional tem duração de um ano e contará com plantões de dúvidas, exercícios, simulados e aulas de todas as matérias exigidas nos principais vestibulares: Biologia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Português, Filosofia e Química.

·   Curso Básico tem duração de seis meses e contará com cinco disciplinas básicas que abrangerão o conteúdo basal de forma prática e interativa. São elas: Ciências Exatas, Lingüística, Ciências Sociais, Ciências da Natureza e Cultura e Atualidades. Continue lendo

Reflexão e ação – Comunicação. Qual queremos?


Comunicação é um direito de todos! Pertence a sociedade, não é coisa de especialista.

Neste último sábado dia 23/10 o programa “Reflexão e ação” discutiu o tema “Comunicação. Qual queremos?”

Estiveram no  estúdio como convidados o jornalista e professor Universitário de Teoria da comunicação, Christian Godoi, o jornalista e militante do Intervozes, Carlos Gustavo Yoda e o radialista e apresentador do programa Vozes do Gueto, José Elias.

O Objetivo deste programa foi desmistificar este bicho papão chamado comunicação e tentar entender de que forma podemos intervir nesta realidade midiática. Continue lendo

Musica e solidariedade dão show em São Vicente!


Show beneficente do Projeto Maré Alta, no Cine 3DQuem gosta de MPB e Pop Rock não pode perder a oportunidade de curtir um som ao vivo e ainda ajudar a quem precisa. É o show beneficente promovido pelo Projeto Maré Alta, que irá reunir quatro bandas da Baixada Santista e arrecadar alimentos para a Casa Anderson, entidade que contribui com a reabilitação de pessoas com paralisia cerebral.

As apresentações acontecem neste sábado – 30 de outubro – a partir das 18 horas e contará com as bandas integrantes do projeto: Lótus, Gênero e Cronic, além da participação da banda Medida Provisória, convidada especialmente para este evento. Continue lendo

Liberdade de imprensa ou de empresa?


A liberdade de imprensa está morta! O que existe é a liberdade de empresa. Logo, estamos todos mortos!

Quem tem acompanhado o noticiário nos últimos tempos pôde perceber como se tem discutido sobre liberdade de imprensa no Brasil. As eleições por exemplo: tem impulsionada está discussão, o governo a todo momento tem sido acusado de atos de censura. Quem não se lembra do caso dos humoristas que não podiam fazer uma piadinha com os candidatos. Neste caso, a censura caiu por terra. Mas vale lembrar, que alguns jornalistas que ousaram perguntar, escrever também caíram, Heródoto Barbeiro da TV Cultura foi para a geladeira depois de no programa Roda Viva insistir em perguntar ao candidato José Serra sobre os pedágios. Recentemente Maria Rita Kelh da Folha de São Paulo foi demitida por escrever um texto em que dizia que o povo assistido pelo bolsa familia não era tão burro quanto a elite pensava. Neste caso, era óbvio! Afinal, a Folha de São Paulo havia declarada publicamente apoiar o Tucano José Serra.

Continue lendo

Vamos participar


Rádio da Juventude – Agora na WEB!!!


Pessoal,

Agora você pode acompanhar a programação da Rádio pela WEB!!!

Acesse:  http://pt-br.justin.tv/radiojoc

Ouça agora o programa “Se Liga na Idéia” e logo em seguida “Reflexão e Ação”

Reflexão e Ação discute o fenômeno Tiririca


Pior do que está não fica! Como previsto, um milhão trezentos e poucos votos, confirmando a política do pão e do circo.
Seus projetos segundo ele: “só coisa boa!” Com isso o palhacinho mais querido do país desbancou o Ronald e se tornou o Deputado Federal mais votado do Brasil.

Neste último sábado dia 09/10, o programa Reflexão e Ação dando continuidade ao sábado anterior véspera de eleição onde discutiu “Eleição é coisa séria! Não seja um palhaço nas urnas”. Colocou em pauta para discussão “o fenômeno Tiririca“. É certo dizer que, não é nenhuma novidade o envolvimento de “celebridades” no mundo da política, e o fato de um candidato usar de seu talento “palhaçal” para angariar votos, não quer dizer que ele será um péssimo político. Será? Horas, outros palhaços velhos de guerra estão há muito tempo na política e vestem terno e gravata.

E aí? Viva a democrácia?

Foi o que tentamos entender.

Estiveram no estúdio para contribuir com o assunto o Professor de História e militante do Psol e do Círculo Palmarino, Maykon, o Bacharel em Serviço Social e militante do Conselho da comunidade Negra de Santos, André Leandro e o Professor de Filosofia Wellington Souza.
Para iniciarmos o debate a pergunta inicial foi: Essa quantidade de votos obtido pelo Tiririca se traduz de que forma? Revolta? Descrença? E quais seus efeitos?

Segundo Maycon: Vivemos hoje no Brasil uma democracia frágil, onde a intervenção política através do voto está saturada, ou seja, vivemos uma falência do sistema democrático. Por isso a entrada de celebridades tanto reflete um sistema que possibilita a entrada de pessoas despreparadas para o cargo, quanto a eleição de um candidato com um milhão e trezentos votos, que pautou sua campanha com um slogan debochado e sem propostas, nada mais é que o reflexo da insatisfação popular, gente que não se vê representada de forma alguma, e totalmente descrente com as possibilidades de mudanças através do voto.
André Leandro acrescenta: Para isso acabar, precisamos de uma reforma política, primeiro: voto distrital para fortalecer a representação local e criar identidade entre representante e representado, segundo: criar um sistema de filtragem, quem se candidata a cargos públicos tem que ter histórico político, isso seria uma forma de acabar com os paraquedismos, terceiro: transparência e igualdade entre os candidatos, criar um teto de campanha e financiamento público para todos.
Wellington pondera a respeito “Todas essa reformas são necessárias, mas não acredito que o voto distrital irá realmente resolver e criar essa identidade, outra coisa a ser colocada em discussão, diz respeito a Educação, sem ela nada disso será resolvido, e quando me refiro a educação, refiro-me a Ethos, a forma ética de ser e de estar neste mundo, e por mais subjetividades que ela tenha em seu entendimento, ela, é quem nos faz refletir sobre a configuração social. Com isso, de que forma iremos atuar sobre as esferas da moral que regem nossa sociedade? Por exemplo: Algum tempo atrás no Brasil o coronelismo tinha uma instituição “igreja católica” que a seu lado fortalecia a opressão perante o povo, hoje os meios de comunicação cumprem este mesmo papel, alimentando uma moral de catequese. E aí?

Aí, foi que no calor da discussão muitos pontos foram levantados e que infelizmente gostando ou não, o Tiririca foi eleito e com ele mais cinco companheiros de partido ocuparão cadeiras no congresso nacional. Mas o voto não é o fim, apesar de uma democrácia frágil, cabe fiscalizar, denunciar e bater panela, o que não vale é se calar e acreditar que pior não fica, fica sim! Já ficou né?

Outros pontos que fortaleceriam a democrácia:

* Utilizar outros elementos de participação popular, como:
Plebicitos e referendos.

* Criação de dispositivos de filtração para saber quem é o candidato e qual o seu histórico.
* Criação de fóruns de discussão, para que o povo possa decidir como utilizar verbas públicas, com isso, maior participação no legislativo e executivo.
* Criação de teto para campanhas através de financiamento público gerando igualdade entre os candidatos.
* Criação de mecanismos para que o povo tenha poder de revogar o mandato de um candidato.

Porém, além de tudo isso, tem duas palavrinhas fundamentais que irão dar o ponta pé nisso tudo:Participação política, senão, como disse Wellington repetindo uma frase velha, no entanto, atual e que incomoda “ O povo tem o governo que merece!”

Etec abre inscrição pro vestibulinho


Se liga, galera: a Etec Doutora Ruth Cardoso, aqui em São Vicente, tem vagas abertas para o vestibulinho 2011. Os interessados devem se inscrever pelo site www.vestibulinhoetec.com.br até as 15 horas do dia 22. A taxa é de R$ 25,00.

Continue lendo