Liberdade de imprensa ou de empresa?


A liberdade de imprensa está morta! O que existe é a liberdade de empresa. Logo, estamos todos mortos!

Quem tem acompanhado o noticiário nos últimos tempos pôde perceber como se tem discutido sobre liberdade de imprensa no Brasil. As eleições por exemplo: tem impulsionada está discussão, o governo a todo momento tem sido acusado de atos de censura. Quem não se lembra do caso dos humoristas que não podiam fazer uma piadinha com os candidatos. Neste caso, a censura caiu por terra. Mas vale lembrar, que alguns jornalistas que ousaram perguntar, escrever também caíram, Heródoto Barbeiro da TV Cultura foi para a geladeira depois de no programa Roda Viva insistir em perguntar ao candidato José Serra sobre os pedágios. Recentemente Maria Rita Kelh da Folha de São Paulo foi demitida por escrever um texto em que dizia que o povo assistido pelo bolsa familia não era tão burro quanto a elite pensava. Neste caso, era óbvio! Afinal, a Folha de São Paulo havia declarada publicamente apoiar o Tucano José Serra.

Continue lendo