LANÇAMENTO “POESIAS DE UM MUNDO LOUCO” -NEGO PANDA – 12/02/ – NOBEL-SARAU DAS OSTRAS



Elton Alexandre Pereira dos Santos conhecido como NP(Nego Panda) , filho de dona Alzira nascido em 12/02/1975 na zona leste da SP , crescido nas ruas da Vila Sonia bairro da   periferia de Praia Grande litoral do estado. “Iniciei minha trajetória como rapper aos 15 anos quando comecei a compor letras de rap” , integrante do grupo de rap Ruídos Negros, com 4 participações em coletânea e um disco solo entítulado “A escolha é sua” , membro da casa do poeta brasileiro de Praia Grande, coletivo de hip hop caiçara e coletivo pra somar hip hop de praia grande integrante e vocalista também do grupo Os Pícaros  e idealizador do Projeto Sarau das Ostras , 1°sarau periferico da região.
sobre o livro :

O livro “Poesias de um mundo louco” é um livro de poesias que retrata o cotidiano da periferia, um livro que fala da dor e sofrimento do povo da classe menos favorecida, um povo que muitas vezes é esquecido pelo poder público e que muitas vezes tende a cair na marginalidade, mas também de guerreiros da periferia que seguem seu dia a dia sem se deixar envolver.

De PG Notícias


“Lancei uma edição artesanal há alguns anos, mas é a primeira vez que lanço através de uma editora, com algumas poucas modificações. O legal é que este é o primeiro livro totalmente feito na Cidade. Foi escrito, diagramado e teve a capa idealizada por moradores de Praia Grande. A editora, Literata, também é daqui“, pontua o escritor, que atua como Agente da Dengue no Município.

Morador do Bairro Vila Sônia, Elton traz para Poesias de Um Mundo Louco” cenas comuns em bairros da periferia, seja em Praia Grande ou qualquer outra Cidade. Embora reflita sua vivência, o escritor afirma que não se trata de uma obra autobiográfica. “É um livro sobre o cotidiano das periferias, com suas alegrias e dores: descaso social, drogas, criminalidade. Tudo retratado sob a ótica da poesia. São poemas que se enquadram na literatura marginal ou de periferia, com estilo mais solto”.De seus primeiros contatos com as letras, através dos poemas que a mão Alzira escrevia, Elton optou pela arte da palavra para expressar suas opiniões e vivências. Suas primeiras experiências foram os roteiros de histórias em quadrinhos, que roteirizava e produzia com um grupo de amigos, ainda aos doze anos. Logo, encontrou na cultura hip hop o espaço que necessitava para expressar sua arte e opiniões: ingressou na dança e não demorou muito para passar a freqüentar rodas de rap, onde se tornou compositor. Desde então, foram dois grupos musicais em um dos quais, o Ruídos Negros, permanece até hoje. Paralelamente, Elton desenvolve a faceta lúdica de seu trabalho no grupo Os Pícaros, onde poesia, ritmos diversos e performances teatrais se unem em um imenso sarau de idéias.

Hoje, prestes a completar 36 anos, Elton entende que seu ingresso no universo da arte foi determinante para uma trajetória longe dos perigos das drogas e da criminalidade. “Tenho dois filhos, e procuro incutir os mesmos valores. Tento filtrar as atividades a que eles tem acesso. Eu busco soluções que creio serem as melhores não só para os meus filhos, mas para a maioria dos jovens que estão aí: busco ocupar a mente deles com coisas positivas, como música de qualidade, boas mensagens, cultura, educação. Acho que a solução para a violência e os problemas das periferias está em olharmos com mais atenção para as crianças e jovens que moram ali, protegê-los e orientá-los“.


Anúncios

4 Comentários

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Rádio da Juventude and Rádio da Juventude, ailton martins. ailton martins said: LANÇAMENTO "POESIAS DE UM MUNDO LOUCO" -NEGO PANDA – 12/02/ – NOBEL-SARAU DAS OSTRAS: http://t.co/If9SJlv […]

  2. SER MULHER

    Ah, ser mulher!

    Ser mulher é ver o mundo com doçura,
    É admirar a beleza da vida com romantismo.
    É desejar o indesejável.
    É buscar o impossível.

    O poder de uma mulher está em seu instinto
    Porque a mulher tem o dom de ter um filho,
    E cuidar de vários outros filhos que não são seus.

    Ah, as mulheres!
    Ainda que sensíveis
    Mulheres conseguem ser extremamente fortes
    Mesmo quando todos pensam que não há mais forças.

    Mulheres cuidam de feridas e feridos
    E sabem que um beijo e um abraço
    Podem salvar uma vida,
    Ou curar um coração partido.

    Mulheres são vaidosas,
    Mas não deixam que suas vaidades
    Suplantem seus ideais.

    Muitas mulheres mudaram o rumo
    E a história da humanidade
    Transformando o mundo
    Em um lugar melhor.

    A mulher tem a graça de tornar a vida alegre e colorida,
    E ela pode fazer tudo isto quantas vezes quiser
    Ser mulher é gostar de ser mulher
    E ser indiscutivelmente feliz
    E orgulhosa por isso.

    – Brunna Paese

  3. A vida retratada no livro pode ser verdadeira, mas é exagerada. O autor com certeza já superou tudo o que ele passou. Não é um bom livro. É repetitivo. E, em minha opinião, é a história de uma pessoa que quer mostrar a própria vida. Quer mostrar o quanto sua vida foi difícil quando não foi. Existem pessoas com vidas piores.
    Poderia ser melhor!

    • Olá, vc deve conhecer muito bem o Elton (NP) para ter essa opinião né? Leu o livro de ponta a ponta.
      Quanto o fato dele ter superado suas barreiras e só estar interessado em se mostrar, (é uma pena pra ele) mas, de forma alguma desqualifica sua poesia, e no caso, quando a realidade da periferia mudar, aí quem sabe a poesia dele deixe de ser repetitiva.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s