Bora pro 1° Manifesto ekológico-Kultural


Corrupção X homossexualidade


Em 1231, o papa Gregório IX encarregou tribunais de julgar e punir todas as pessoas que não agissem de acordo com os preceitos da Igreja católica

Diz um ditado popular que religião e política são duas coisas que não se discute, será? Vamos ponderar que nas eleições de 2010 a religião teve um peso considerável, pois foi ela quem mais pressionou os candidatos a se posicionarem em relação ao aborto, ao casamento homossexual. Questões importantes que precisam ser esclarecidas e resolvidas. No entanto, como os candidatos não são bobos, a discussão ficou sempre pautada em torno da superficialidade o que contribuiu para posições fundamentalistas que atropelam os direitos dos cidadãos.

Primeira coisa, o Estado brasileiro é laico, ou seja, não pauta suas leis se baseando em fundamentos religiosos. Será?

Vamos relembrar

O Brasil é um país que abriga uma imensa diversidade religiosa, devido sua formação histórica. No entanto, a igreja católica sempre teve força política expressiva, desde que fincou sua cruz junto com a espada do conquistador português sobre terras tupiniquins, enquanto as outras expressões religiosas ficaram em segundo plano. No ano passado, por exemplo, o próprio Papa pediu aos bispos brasileiros que orientassem seus fiéis a não votar em candidatos a favor do aborto.

Atualmente o protestantismo e suas ramificações têm ganhado força e conseqüentemente entraram na briga para fazer valer seus direitos, por exemplo: a pauta dos candidatos oriundos de igrejas evangélicas diz respeito à luta para derrubar projetos de lei que tramitam pelo congresso que pretendem regulamentar as igrejas evangélicas, colocando horários para os cultos, limitando os espaços nos meio de comunicação, e proibindo cultos ao ar livre em determinadas localidades.

Resumindo

Onde o sapato aperta há o embate pela liberdade, de resto, o discurso se fundamenta em nome de Deus e da vida. O que é uma grande hipocrisia e nada tem de religioso.

Na verdade

O que existe são grupos de interesse numa luta pelo poder, (o que se resume a política hoje) onde uns são privilegiados e outros excluídos, o triste é ver o povo agindo como gado, reproduzindo valores preconceituosos e intolerantes.

Este ultimo levante que derrubou o kit Escola sem Homofobia direcionado aos alunos do ensino médio e que não seria obrigatório nas escolas, foi ridículo! E mais uma vez o Estado Teocrático hipócrita venceu. Mas por trás de um veto de nossa Presidenta, com certeza não significa somente atender uma bancada no congresso… Tem mais coisa… E aí…  Parabéns Presidenta!

E “Um salve para a bancada evangélica no congresso, que acha mais cristão corrupção do que homossexualidade!” JOC