Lideranças Guarani-Kaiowá estão sendo perseguidos nesse momento no Mato Grosso do Sul


Fonte: www.diarioliberdade.org

211111_nisio1

Foto: Nizio Gomes, líder indígena de aldeia de Amambai, em Mato Grosso do Sul

Diário Liberdade – São Paulo, 21 de novembro de 2011, 19:25hs. O Tribunal Popular está em contato direto com lideranças indigenas no Estado do Mato Grosso do Sul e recebeu denúncia urgente que pode resultar no assassinato de caciques na região.

A empresa de segurança privada SEPRIVA (sic), com sede em Dourados (MS), foi contratada pelos fazendeiros da região de Dourados para exterminar os Guarani-Kaiowá, que lutam pela demarcação das terras indígenas. Segundo informações que acabamos de receber diretamente da região, existe uma lista das lideranças Guarani Kaiowá para matar imediatamente e são eles: Cacique Ládio, vereador Otoniel (PT), Cacique Ambrosio, Cacique Carlitos.

A pior situação é do Cacique Ládio, que está sendo caçado nesse exato momento na zona rural do município de Júti, a mando do fazendeiro Jacinto Honorio da Silva, mandante do assassinato do Cacique Marcos Veron (pai do Ládio). Os jagunços da SEPRIVA estão indo em direção a aldeia Taquara afirmando que irão matar o Cacique Ládio Veron ainda hoje.

Segundo informações, a Policia Federal mandou 3 policiais para enfrentar os 50 jagunços da Sepriva e voltaram correndo com a situação.
MAIORES INFORMAÇÕES:
Givanildo Manoel – Militante do Tribunal Popular em São Paulo: (11) 7691-8763
V. (nome omitido a pedido do mesmo) – Liderança indígena Guarani-Kaiowá na região de Dourados: (67) 9638-0565


ESPAÑOL

Diário Liberdade – São Paulo, 21 de noviembre de 2011, 19:25hs.

El Tribunal Popular está en contacto directo con los líderes indígenas en el estado de Mato Grosso do Sul, Brasil y urgente que recibió una denuncia puede resultar en la muerte de los caciques de la región.

La empresa de seguridad privada SEPRIVA (sic), con sede en Dourados (MS), fue contratado por los agricultores de la zona de Dourados para exterminar a los guaraní-kaiowá, que luchan por la demarcación de tierras indígenas. De acuerdo a la información acaba de recibir directamente de la región, hay una lista de líderes Guaraní Kaiowá que van a matar inmediatamente y son: Cacique de Ládio, el concejal Otoniel (PT), Cacique Ambrosio, Cacique Carlitos.

La peor situación es el Cacique Ládio, que está siendo perseguido en estos momentos en el municipio rural de Juti a instancias del propietario Jacinto Honorio Silva, quien ordenó el asesinato del Cacique Marcos Verón (padre de Ládio). Los gángsteres de SEPRIVA van hacia la aldea Taquara diciendo que va a matar al Cacique Ládio Verón hoy.

Según los informes, la policía federal envió a tres agentes para hacer frente a los 50 hombres armados de Sepriva y regresaron corriendo de vuelta al ver la situación

MÁS INFORMACIÓN:
Givanildo Manoel – militante del Tribunal del Pueblo en Sao Paulo: 55 11 7691-8763
V. (Se omite el nombre a petición de la misma) – El liderazgo indígena guaraní-kaiowá en Dourados: 55 67 9638-0565


ENGLISH

São Paulo, Brazil, 2011 November 21, 7:25 PM. Tribunal Popular (People’s Court) 1has been in contact
with indigenous leaders in the State of Mato Grosso do Sul and was made aware of urgent news
related to the possible murder of leaders in the area.

Pictured: Nizio Gomes, indigenous leader of the Amambai village, in Mato Grosso do Sul.

The private security company SEPRIVA (sic), located in the city of Dourados, in the State of Mato
Grosso, was hired by farmers of the Dourados’ region to eliminate the Guarani-Kaiowá people, who
are fighting for the recognition of their land as protected indigenous territory. We’ve just heard
from people who are in that area that there’s a list of Guarani Kaiowá leaders who must be killed
imediately: Chief Ládio, city councilman Otoniel (Worker’s Party), Chief Ambrosio, Chief
Carlitos.

The worst situation is that of Chief Ládio, who’s being hunted at this exact moment in the rural area
of the city of Júti. The man who ordered his killing is farmer Jacinto Honorio da Silva, who also
ordered the murder of Ládio’s father, Chief Marcos Veron, killed in 2003. SEPRIVA’s goons are
headed right now to the Taquara village saying they’re going to kill Chief Ládio Veron.

Our sources say the Federal Police sent 03 policemen to fight 50 SEPRIVA goons and those
policemen came back running when they saw what they were up against.

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s