Roda de samba com “Nono Samba” e discotecagem com “Dj Caiaffo”


É isso aí,  galera… FESTA!!! 😀

Sábado, 1 de outubro · 16:00 – 21:00, vai rolar muito SAMBA DE RAÍZ com o grupo “Nono Samba”, formado tb por alunos da UNIFESP – Santos e discotecagem  com Dj Caiaffo, do “Futuráfrica Afrobraziliangrooves”.

Roda de samba com "Nono Samba"Organizada de forma autônoma, a festa objetiva contribuir com a construção do Seminário do Tribunal Popular da Terra, na Baixada Santista, onde será discutido as questões ambientais e indígenas, habitação, especulação imobiliaria e a reestruturação das cidades com a desculpa dos mega eventos e a exploração do Pré-sal.

Participe da festa e colabore com a construção do Seminário!

Sábado, 1 de outubro · 16:00 – 21:00
Local: CES – Centro dos Estudantes de Santos – Av. Ana Costa, 308 (ao lado do Extra)
Entrada: 5 reais + doação de alimento não perecível, roupa ou material escolar (para as tribos indígenas da Baixada Santista) com direito a uma cerveja ou refrigerante.

Evento no facebook:  http://www.facebook.com/event.php?eid=259080517464362

Até lá!!!

Anúncios

#Antiquário – Cassia Eller


Cássia Rejane Eller a eterna garotinha teve seu interesse pela música aos 14 anos quando ganhou seu primeiro violão de presente. Fã incondicional dos Beatles aos 18 anos Cássia chegou a Brasília cantou em coral, fez testes para musicais, trabalhou em duas óperas como corista, além de se apresentar como cantora de um grupo de forró. Cássia Eller também fez parte por dois anos do primeiro trio elétrico de Brasília denominado Massa Real, tocou surdo em um grupo de samba. Cássia Eller despontou no mundo artístico no ano de 1981 ao participar de um espetáculo de Oswaldo Montenegro.

Era conhecida pelo seu ecletismo musical, interpretou canções de grandes compositores do rock como Cazuza, Renato Russo, alem de artistas da MPB como Caetano Veloso, Chico Buarque, passeou pelos sambas de Riachão interpretou obras de Arrigo Barnabé e Wally Salomão e os rocks clássicos de Jimi Hendrix, Rita Lee, Beatles, John Lennon, Nirvana e o pop do seu eterno amigo Nando Reis.

Teve uma trajetória musical muito importante, embora curta, com algo em torno de dez álbuns em doze anos de carreira. Cássia Eller sempre teve uma presença de palco bastante intensa, assumia a preferência por álbuns gravados ao vivo e ela era convidada constantemente para participações especiais e interpretações sob encomenda, singulares, personalizadas.

Era homossexual assumida e morava com a parceira Maria Eugênia Vieira Martins, com a qual criava o filho Francisco (chamado carinhosamente de Chicão).

Apesar de se assumir ser lésbica, ela teve seu filho com o baixista Tavinho Fialho. Ele faleceu em um acidente de carro meses antes do nascimento de Francisco. Maria ficou responsável pela criação do filho de Cássia após a morte de sua companheira.

Confira no link como foi essa grande homenagem a Cassia Eller com a banda Lotus no  Programa Antiquário

Artes e Ideias – Sonoridade reciclada


Gracy e Jean (fotos: Guilherme Júnior)

Falar de reciclagem não é mais novidade faz tempo. Mas é incrível o que dá pra fazer à partir de materiais que normalmente vão para o lixo. Que tal um tambor feito com tubo de papelão ou cano de PVC? Esse é o trabalho dos artesãos Jean Carlos e Gracy Moreno.

O casal se conheceu há cerca de dois anos, em um acampanhento na Ilha Grande, em Angra dos Reis (RJ). Jean se dedica a esta arte há 11 anos e repassou sua técnica à atriz Gracy Moreno, que lhe acompanha desde então.

Mais do que uma forma de se sustentar, Jean e Gracy sabem da importância de seu trabalho para conscientizar a população que é possível extrair arte do lixo:

Alguns dos instrumentos produzidos pelo casal

Totalmente receptivo, o casal incentiva as pessoas que passam pelas ruas de Santa Tereza, no RJ, a tocar os intrumentos. Mesmo quem não sabe tocar se arrisca a tirar um som e simpatiza com a idéia.

Quem quiser outras informações sobre esta verdadeira arte reciclada, vale mandar um e-mail para gracymoreno@yahoo.com.br.

Artes e Ideias


Quem ouviu a última edição do programa Se Liga Na Idéia, que foi ao ar no dia 12 de junho, sabe que começamos a série Artes e Ideias.  No primeiro episódio entrevistamos o desenhista Eduardo Marinho. Quem?

Eduardo Marinho tem 50 anos e mora em Niterói, RJ. Todos os fins de semana, expõe seus trabalhos em uma parede de comércio no morro de Santa Tereza, na cidade do Rio de Janeiro. Em meio a atelieres de arte pra turista ver, Marinho opta pela conscientização popular. Seus desenhos são provocativos e muitas vezes chegam a ser agressivos, obrigando o expectador a se manifestar.

De uma conversa de quase duas horas, tivemos que fazer uma pequena matéria. Confira como ficou:

Pra conferir mais desenhos e pensamentos deste grande profeta urbano, acesse o blog dele, o Observar e Absorver.

Não deixe de conferir a próxima edição do “Artes e Ideias”. Até lá!